Psoriase

PsoríaseTerapia recomendada para o tratamento da psoríase:

Vitaminas: vitamina A (beta-caroteno), complexo B (B1, B5, B6, B12), vitamina C, vitamina D, vitamina E, vitamina F

Minerais: iodo e zinco

Outros: Ómega-3 e lecitina

1. Sumo de Aloe Vera

2. Óleo de pescado com Omega-3

3. Beta-caroteno com vitamina E

4. Gel de Aloe ou creme de própolis (friccionar diariamente)

5. Geleia real

6. Vitamina C

7. Aumentar o consumo de fibra

A PSORÍASE é uma enfermidade que faz com que as células da pele se reproduzam a cada três dias ao invés de ser a cada 21 dias, que é o normal, produzindo uma escamação exagerada.

A PSORÍASE não é contagiosa, uma vez que não é uma infecção.

Sintomas de PSORÍASE:

Os sintomas de psoríase são: vermelhidão de certas áreas do corpo, com a presença de escamas as quais estão sempre se desprendendo, irritação e, em alguns casos, sangramentos.

Apresenta-se principalmente nos:

1. Cotovelos e nos joelhos;

2. Braços;

3. Mãos;

4. Pernas;

5. Peito;

6. Abdômen;

7. Virilhas;

8. Pescoço e orelhas.

9. As unhas das mãos o dos pés perdem seu brilho e ficam duras e quebradiças.

Causas da psoríase:

A causa é desconhecida. Sabe-se que tem uma forte influência psicossomática, já que o problema aumenta com o nervosismo e com o stress.

A falta de gorduras poliinsaturadas, como o ómega-3, no organismo está relacionada com a psoríase.

A reprodução correcta das células acontece devido ao equilíbrio que guardam duas substâncias, as chamadas Ciclo AMP e GMP.

Ao romper-se esse delicado equilíbrio entre essas duas substâncias, ocorre um descontrolo na produção de células da pele ocasionando a psoríase.

Sabe-se que a má digestão das proteínas produz um aminoácido tóxico (uma poliamina) que rompe esse equilíbrio.

A vitamina A e o beta-caroteno detêm a formação dessa substância tóxica, ajudando a prevenir a psoríase produzida por esta causa.

Tratamento:

O Dr. Murray Pisomo recomenda a desintoxicação completa do corpo, uma vez que um considerável número de toxinas está envolvido na psoríase, incluindo algumas bactérias.

Essas toxinas incrementam o GNIP cíclico, rompendo o equilíbrio que este guarda com o APM e desencadeia a produção de células.

A falta de fibra na alimentação ajuda a acumulação de toxinas no intestino.

A deficiência na função do fígado ajuda a formação de psoríase, uma vez que a função do fígado é a de filtrar as toxinas e, quando há uma deficiência nesta função, estas toxinas se dirigem ao sangue e contribuem para a formação das poliaminas, o que causa novamente um desequilíbrio do APM com o GMP, aumentando exageradamente as células da pele.

O alto consumo de álcool aumenta consideravelmente a psoríase, isso se dá pelo efeito negativo que o álcool tem sobre o fígado.

Anúncios

DESINTOXICAÇÃO DO FÍGADO E RINS

O Fígado e os Rins são os filtros encarregados da desintoxicação do organismo. As toxinas geralmente são provenientes dos alimentos, drogas e meio ambiente,

DESINTOXICAÇÃO DO FÍGADO E RINS

Sintomas:

Algumas dessas toxinas tendem a sair pela pele, ou pelos intestinos produzindo secreções e irritações em qualquer parte do corpo.

Para limpar esses órgãos de toxinas e impurezas é necessário submeter o organismo a um tratamento de desintoxicação.

Causas:

Existem muitas toxinas no organismo, muitas delas acumuladas nos intestinos, seja por ingestão de álcool, drogas, alimentos com altos conteúdos de toxinas – como as carnes vermelhas ou o acto de fumar: tudo isso produz uma intoxicação geral do organismo, cujos feitos se manifestam primeiramente no fígado e nos rins, ocasionando graves problemas.

Tratamento:

Em princípio recomenda-se fazer uma mudança de alimentação que inclua uma grande quantidade de sumos naturais, frutas e verduras, para limpeza dos intestinos e reposição dos nutrientes essenciais.

Comece uma dieta de três dias, tomando apenas sumo de laranja, ou sumo de uva com Aloe Vera.

Recomenda-se banho de vapor diário, com a finalidade de ajudar o organismo a expulsar essas toxinas .

Antes do iniciar esta dieta, faça um enema do cólon para limpeza do intestino utilizando um preparado feito à base do café e água fervida.

Lavagem dos Intestinos:

Os enemas do cólon são recomendados por alguns médicos com a finalidade de fazer uma limpeza profunda do intestino grosso. A retenção do material putrefacto por um longo tempo, intoxica o organismo. Existem vários tipos de enemas, feitos com maçanilha, com alho, com sumo de limão ou café.

Os enemas do cólon para limpeza do intestino são de dois tipos principais: os que retém o liquido por pouco tempo e os que deixam fluir o líquido de imediato.

Para o caso do fígado e de problemas degenerativos, o enema do cólon para limpeza do intestino feito diariamente por uns dias deve ser feito com café. Esse enema deve ser retido por 15 min e servirá para fazer uma desintoxicação do fígado e eliminar os venenos da bílis.

Os enemas com sumo do limão são do tipo que deixam sair o liquido imediatamente e recomenda-se principalmente para eliminar a prisão do ventre.

Enema do café – Modo do fazer:

Ponha 6 colherinhas pequenas do café em 1/2 litro de água fervida por 15 min.

Coe e deixe arrefecer.

Use uma vez por dia durante 3 dias seguidos antes do iniciar a dieta (não use café solúvel tipo Nescafé).

Atenção:

Quando os problemas do fígado se tornam crónicos e degenerativos, são muito perigosos e chegam a causar a morte.

Ao realizar esta dieta, pode-se produzir um pouco do dor de cabeça no início. Isto é normal nos tratamentos por desintoxicação. Sem dúvida, se for feito previamente uma lavagem do cólon quase não se sentirá este feito, já que não haverá toxinas que se reabsorvam.

Recomendações

 Dieta recomendada:

  1. Sumo de laranja ou de uva misturado com sumo de Aloe Vera. Ponha 15g de sumo de Aloe Vera em cada chávena de sumo de laranja, tomando durante todo o dia, todas as vezes que desejar. Faça isso três dias seguidos.
  2. Não coma nenhum outro alimento.
  3. Realize esta dieta depois do ter feito o enema do cólon, descrito anteriormente.

Gravidez

aloe vera na gravidezNa gravidez é importante que a mãe mantenha boa saúde, já que isto pode repercutir na saúde de seu filho.

Os sintomas mais frequentes durante a gravidez são:

  1. Náusea e vómito
  2. Dor nas costas
  3. Constipação
  4. Gases estomacais
  5. Dor nas virilhas
  6. Dor na boca do estômago
  7. Hemorróidas
  8. Insónia
  9. Cãibras e dores no abdómen
  10. Aborto
  11. Mudanças no carácter depois do parto (Depressão)
  12. Problemas na pele
  13. Marca de estrias no abdómen
  14. Sangramento durante a gravidez
  15. Para uma Gravidez Saudável

1. Náusea e Vómito:

A maioria das mulheres sente náuseas e vómitos durante os três primeiros meses de gravidez (14 a 15 semanas), os quais, geralmente desaparecem depois do quarto mês, ainda que nalguns casos possa persistir por mais tempo.

A razão dessas náuseas, talvez seja o aumento de hormonas tais como a progesterona e os estrógenos.

Quando acontece uma queda da pressão arterial, também podem aparecer náuseas.

As seguintes indicações podem ajudar a controlar as náuseas e os vómitos:

  • O relaxamento;
  • A ingestão de minerais, pólen de abelha e água.;
  • Como as náuseas aparecem geralmente durante na parte da manhã, recomenda-se comer alguma bolacha ou pão torrado logo ao levantar-se;
  • Coma pequenas quantidades, ao invés de poucas refeições em quantidades excessivas;
  • Procure não comer coisas doces ou gordurosas;
  • Faça um pouco de exercício diariamente;
  • Se não forem controladas as náuseas, a saúde do seu bebé poderá estar em jogo. Consulte o seu médico.
  • Sumo de Aloe vera na gravidez ajuda a reduzir os sintomas de náusea e vómitos.

2. Dor nas Costas:

Pode apresentar-se por várias razões:

  • Algum problema na coluna.
  • Se a gravidez for de menos de três meses e meio, houver sangramento vaginal ou dor na parte baixa do abdómen, é importante que procure seu médico, pois isso pode indicar uma gravidez extra-uterina.
  • Se a gravidez estiver no final, o peso excessivo pode romper os ligamentos da coluna e originar dor. Use uma cinta de sustentação.
  • O crescimento do útero pode pressionar algum nervo, tal como o ciático, e produzir dor na parte inferior das costas. Procure um quiropático. Além disso, recomenda-se evitar o uso de sapatos altos.

É importante não permanecer muito tempo na mesma posição. Não carregar objectos pesados. Dormir num colchão em bom estado. Esfregar uma loção balsâmica de Aloe Vera no lugar da dor, além de praticar um relaxamento profundo (yoga).

A loção térmica de Aloe vera na gravidez ajuda a aliviar as dores de costas.

3. Azia e Constipação Estomacal

A azia é produzida por um fluxo dos ácidos estomacais até a altura do esófago, devido ao crescimento da criança no útero, facto que pressiona o estômago e provoca este fluxo para cima além da constipação estomacal.

Recomenda-se:

  • Caminhar no mínimo 1/2 hora por dia.
  • Dormir semi-sentado depois de se alimentar.
  • Comer muitas frutas e verduras frescas (fibras).
  • Comer moderadamente,
  • Se a azia ocorrer durante a noite, tome um copo de leite antes de dormir.
  • Ingerir 8 copos de líquido por dia, adicionando algum sumo de Aloe Vera, 30 minutos antes das refeições.
  • Comer cereais com casca (integrais).

Sumo de Aloe vera na gravidez ajuda a aliviar os sintomas de Azia e Constipação Estomacal.

4. Gazes Estomacais

A má digestão e os gases apresentam-se geralmente durante a gravidez, motivo pelo qual se recomenda:

  • Observar qual o alimento que causa esses gases.
  • Ingerir 4 ou 5 pequenas refeições por dia ao invés das 3 grandes.
  • Mastigar lentamente a refeição.
  • Cozinhar os alimentos mais rapidamente.
  • Caminhar 1/2 km por dia, isto pode ajudar a melhorar a digestão e eliminar os gases.

Sumo de Aloe vera na gravidez ajuda a aliviar os gazes estomacais.

5. Dor Pungente na Virilha

Durante os últimos meses de gravidez o corpo retém mais líquido que o normal.
A dor nas virilhas é provocada geralmente pelo acumulo de líquidos e pelo aumento na pressão arterial do corpo, sobretudo durante os últimos meses da gravidez.

  • Reduza o consumo de sal.
  • Tome diuréticos naturais.
  • Não fique muito tempo parada, principalmente se tiver veias varicosas, já que a pressão que se produz quando se está parada, aumenta na parte inferior do seu corpo.
  • Fazer exercício diário ajuda a eliminar a dor, bem como fazer respirações profundas e recostar-se de lado na cama durante algum tempo.

Sumo de Aloe vera na gravidez ajuda a aliviar as dores nas virilhas.

6. Dor na Boca-do-Estômago

A má digestão apresenta-se geralmente durante a gravidez, por isso recomenda-se:

  • Eliminar da alimentação as gorduras.
  • O álcool.
  • O café,
  • Os refrigerantes gasosos.

Sumo de Aloe vera na gravidez ajuda a melhorar a digestão.

7. Hemorróidas

8. Insónia

9. Cãibra nas Pernas (veja Cãibras, Dor muscular, assim como Dor pungente na virilha, neste artigo)

10. Aborto

O aborto pode ser causado por muitas razões, de entre as quais se encontram:

  • Exercícios inadequados ou violentos.
  • Problemas emocionais.
  • Má nutrição.
  • Desordens glandulares
  • Infecção.

11. Mudanças no Carácter depois do Parto

O parto normalmente é uma situação traumática, que traz um total desequilíbrio orgânico e emocional à futura mãe, já que o recém-nascido mudará a vida do casal em todos os sentidos.
Esta situação vem acompanhada de profundas mudanças hormonais, metabólicas e nutricionais que ocasionam a necessidade de se nutrir e alimentar adequadamente para suprir as deficiências que se apresentam.

Além da atenção emocional e compreensão por parte dos familiares, recomenda-se o seguinte:

12. Problemas da Pele

Recomenda-se ingerir o seguinte:

• Para manchas escuras no rosto ou marcas avermelhadas deve ingerir-se nutrientes com grande conteúdo de ácido fólico, bem como vitaminas do complexo B, as quais se encontram nas verduras de folhas verdes, como a alface, além do levedo de cerveja, brócolos, batata e sumo de laranja.

• Para a pele ressequida, use um creme umectante de Aloe Vera no rosto e no corpo, além da ingestão de 8 a 10 copos de água adicionados a um pouco de Aloe Vera.
Os desequilíbrios hormonais provocam uma série de alterações na pele, convertendo-a numa pele mais gordurosa ou ressequida e até provocando manchas.

Isto apresenta-se sobretudo nos primeiros meses de gravidez.

gel de Aloe vera na gravidez ajuda a reduzir os problemas de pele.

13. Marcas de Estrias no Abdómen

As estrias ocorrem devido ao estiramento rápido da pele do abdómen e infelizmente tornam-se permanentes.

Estas marcas podem ser prevenidas da seguinte maneira:

  1. Misture 1/4 de chávena de gel puro de Aloe Vera com meia chávena de azeite.Misture dez cápsulas de vitaminas E e A. Abrir a cápsula e esvaziar o seu conteúdo. Pegue essa mistura, bata bem numa tigela e aplique diariamente no abdómen durante a gravidez, depois do banho.
  2. Tome muito zinco e multiminerais.

gel de Aloe vera na gravidez ajuda a evitar as estrias.

14 . Sangramento durante a Gravidez

  • Quando o sangramento aparece após o sétimo mês, pode ser devido à separação da placenta do útero.
  • Guarde repouso absoluto e consulte seu médico.

Se tem menos de 12 semanas de gravidez e sentir cãibras ou dores no abdómen, é muito possível que esteja com uma gravidez extra-uterina.
Recomendam-se suplementos hormonais ou Geleia Real com Ginseng.

• Quando existe um problema por falta de suporte adequado para o feto, principalmente devido ao relaxamento do cérvix (parte inferior do útero, sendo o músculo que segura o feto, para que não nasça antes da hora). Esse problema, se não for atendido, pode produzir aborto, motivo pelo qual se recomenda repouso absoluto na cama.

15. Para uma Gravidez Saudável

Recomenda-se eliminar o máximo possível os carbonatos, a aspirina, os anti-histamínicos, as pastilhas antiácidas, assim como os adoçantes artificiais.
Também se recomenda eliminar a cafeína, o álcool, o tabaco e as demais drogas.
Essas recomendações são feitas para preservar a saúde da criança, já que de alguma maneira estes produtos podem afetá-lo quando se encontram no sangue da mãe.

A mãe, durante a gravidez, deve nutrir-se da melhor forma possível, ingerindo grande quantidade de nutrientes como:

Vitamina: multivitaminas

Minerais: multiminerais

Outros: Fibras e proteínas

  1. Néctar de Aloe Vera
  2. Mistura proteica e Fibra (trocar por uma refeição).
  3. Multiminerais.
  4. Mel de Abelha
  5. Vitamina C
  6. Beta-caroteno com vitamina E

Gota

Gota, ácido úrico, artrite, reumatismoTerapia recomendada:

Vitaminas: A, (beta-caroteno), B1, B5, B6, C e E.

Minerais: cálcio, magnésio, ferro, fósforo, potássio e zinco

Outras: flavonóides (morango e cerejas)

1. Sumo de Aloe e Berry Nectar

2. Geleia real

3. Beta-caroteno e vitamina E

4. Multiminerais

5. Ómega-3

6. Loção balsâmica de Aloe Vera para friccionar no lugar da dor

A GOTA é um tipo de artrite causada pela presença de cristais de ácido úrico nas articulações dos pés e das mãos. Ela apresenta-se principalmente nos homens (95%).

A gota manifesta-se por uma intensa dor nos dedos dos pés e das mãos.

Podem apresentar-se pedras de ácido úrico nos rins.

Causas:

A causa é um problema metabólico que se manifesta como um excesso de ácido Úrico no sangue e depósitos de sais destes ácidos nos tecidos que circundam as articulações (principalmente dos dedos das mãos e dos pés), irritando essas áreas, fazendo com que elas se inflamem e produzam uma forte dor.

Uma alimentação inadequada, as carnes vermelhas, a obesidade e os factores hereditários, assim como o stress são as causas dessa moléstia.

O tratamento mais comum consiste em:

  1. Ingerir muitos líquidos;
  2. Submeter-se a um programa de redução de peso se for obeso;

  3. Eliminar carnes vermelhas e gorduras;

  4. Eliminar o consumo de bebidas alcoólicas;

  5. Eliminar os carboidratos refinados (farinha branca e açúcar branco);

  6. Comer morangos, cerejas e “cranberry” (uva do monte) em quantidade;

  7. Recomenda-se ingerir as vitaminas A, B1, B2, B12 e E e os minerais cálcio, ferro, magnésio, fósforo e potássio

O Dr. Ludwig V. Blau descreve no “Texas Report on Biology and Medicine” os excelentes resultados que obteve ao receitar para seus pacientes portadores de gota, 50 a 60 cerejas, morangos e“cranberry” diariamente, eliminando-se a dor e a inflamação das articulações.

Esses produtos são ricos em flavonóides, que dão a coloração vermelho-azulada a esses frutos, além de deter a destruição do colageneo, que é a substância básica das cartilagens e tendões.

Artrite

artriteTerapia recomendada:

Vitaminas: A (Beta-Caroteno), 131, B12, C e E

Minerais: cálcio, Magnésio, Selénio, Zinco

1. Alho

2. Óleo de pescado com ómega-3 ou colheradas de óleo de figado de bacalhau

3. Sumo de Aloe com “”cranberry” (uva do monte)

4. Beta-caroteno com selénio e vitamina E

5. Vitamina C

6. Multiminerais

7. Loção balsâmica de Aloe com Eucalipto friccionando no local, desinflama e alivia as dores.

8. Própolis de abelha, reforça o sistema imunitário

9. Geleia Real (contém complexo B)

Aspecto emocional, com os filhos e com o cônjuge. O stress propicia a artrite.

Recomendações:

Recomenda-se o seguinte:

  1. Não consumir carnes vermelhas.
  2. Ingerir óleo de pescado com Ómega-3.
  3. Aumentar o consumo de bacalhau, sardinhas, atum e azeite de oliva.
  4. Consumir bastante laranja ou toronja (vitamina C).
  5. Muita verdura crua em forma de saladas.
  6. Ameixas, cerejas ou “cranberry” em grande quantidade.
  7. Sal, farinhas e açúcares refinados em quantidade mínima.
  8. Beber 1 ou 2 copos de leite desnatado ao dia (possui muito cálcio).
  9. Comer queijo fresco e trigo integral.
  10. Recomenda-se ingerir as vitaminas A, B1, B12, C e E, e os minerais selênio, manganês e cálcio.
  11. Para mitigar a dor recomenda-se o chá de casca de salgueiro, o qual segrega uma substância similar à aspirina. Atenção: Se é alérgico à aspirina, não a tome.
  12. Realizar exercícios aeróbicos de baixo impacto, sem forçar em demasiado; isto o ajudará a flexibilizar as articulações.
  13. O uso de braceletes de cobre pode ajudar algumas pessoas a reduzir a dor da artrite.

O Dr. Helmar Doiwet escreve em seu livro, “The Cooper Bracelet and Arthritis”, que se tem observado incidência de artrite em pessoas que apresentam dificuldade de assimilar o cobre, acreditando-se que o cobre desprendido do bracelete penetre no corpo através da pele e se metabolize.

Tratamento:

Como tratamento recomenda-se suprimir as carnes vermelhas, o álcool, o cigarro e outros tóxicos.

Alguns alimentos podem ser alérgicos para o organismo e produzir inflamação nas articulações.

Os mais comuns são: a farinha refinada, açúcar refinado, bem como o leite integral, as batatas e a pimenta. (Prove-os com cautela para detectar se alguns destes vão produz inflamação nas articulações).

Evite a manteiga e os alimentos gordurosos como as frituras.

As carnes vermelhas contêm um ácido gordo chamado

 Ácido Araquidónico. Este ácido contribui grandemente para a inflamação dos tecidos. 

Isto não acontece com as gorduras poliinsaturas (gorduras benéficas), como o azeite de oliva.

A dieta vegetariana impede e bloqueia o processo de conversão do ácido araquidórtico em  inflamatórias.

Esta mesma função benéfica é realizada com êxito pelo óleo de peixes de águas frias, que contém ácidos gordos poliinsaturados (EPA) (gorduras benéficas) como o ómega-3.

Também a realizam o ómega-6 e o ómega-9 (ácido oleíco contido no azeite de oliva).

Por esta razão, recomenda-se comer muito pescado tipo sardinha, bacalhau, atum, salmão, além de muito azeite de oliva.

Descobriu-se que o “cranberry’ (fruta da família dos “berries” como as amoras, o morango e a cereja,  principalmente os de cor azul-avermelhado escuro) contém bioflavonóides, os quais possuem uma acção anti-inflamatória e antioxidante potente.

Se usarmos o néctar da Aloe misturado com “cranberry” (uva do monte), teremos um efeito reforçado e multiplicado.

Recomenda-se ingeri-lo em grandes quantidades. Este mesmo produto é recomendado para a gota.

Outros elementos que são eficazes para combater a artrite reumatóide são:

Selénio, poderoso antioxidante que desempenha um papel importante no bloqueio da produção da prostaglandina inflamatória.

Vitamina E: combinando-se esta vitamina com o selénio, a sua acção é mais poderosa.

Além deste, temos:

Zinco, Dr. Michael Murray, em seu livro “Enciclopédia e Medicina Natural”, comenta que o zinco ministrado a um grupo de pacientes produziu redução dos efeitos da Artrite Reumatóide.

Outros elementos recomendados pelo Dr. Michael Murray são: a vitamina C e o manganés.

Ambos devem ser tomados diariamente.

Ginseng coreano e siberiano possui grandes propriedades como adaptógeno, isto é, ajuda o organismo  a adaptar-se nos momentos de tensão e de stress, o que faz com que as glândulas suprarrenais  segreguem adequadamente as hormonas anti-inflamatórias e estabilizadores das funções do organismo, retardando ou mesmo eliminando as dores causadas pela artrite reumatóide.

Tem-se observado que o stress propicia este tipo de artrite.

É muito conveniente uma desintoxicação do organismo através de uma dieta de 1 a 3 dias somente à base de sumos de frutas, nos quais se inclui preferencialmente o sumo de Aloe (isto deve-se ao grande poder de limpeza e desintoxicação dentro das micro-vilosidades intestinais).

Para proporcionar uma limpeza mais completa, sugere-se fazer um enema à base de café através do recto durante três dias consecutivos (ver esta lavagem, em detalhe, no tópico desintoxicação do fígado). Isto tem como finalidade preparar melhor o organismo para receber o tratamento.

Inicie a sua dieta sob supervisão médica.

A  Artrite manifesta-se como dor e inflamação e/ou desgaste das articulações, sendo esta de dois tipos:

1. osteciartirite é uma deformação produzida pelo desgaste das cartilagens entre os ossos, de tal forma que estas cartilagens desaparecem provocando o atrito dos ossos uns com os outros, principalmente nas extremidades.

2. artrite reumatóide, que é diferente da anterior, estende-se por todo o corpo, inflamando as cartilagens e a membrana sinovial ao redor das junções dos ossos, ocasionando a saída do líquido sinovial (líquido gorduroso que serve para lubrificar e proteger os ossos contra a artrite e o desgaste).

Esta enfermidade não é frequente, porém quando se apresenta requer atenção médica.

Sintomas:

Inflamação e dor nas articulações, começando geralmente nas mãos e pés, podendo, porém, apresentar-se na coluna vertebral ou em outras áreas.

O tempo húmido e frio aumenta a dor.

A pessoa apresenta dificuldade para movimentar-se e também sofre uma deformação da parte do corpo que é afectada (mãos, pés etc.), a qual aumenta com a tempo, impedindo que a pessoa possa mover-se com facilidade.