Marmelada de Aloe e maçã

ApplesSempre defendemos e recomendamos a ingestão de Aloe Vera porque acreditamos ser a forma mais direta e apropriada de beneficiar das suas propriedades.
Apresentamos outra excelente receita para tornar esta prática mais fácil e prazenteira, uma forma doce de consumir Aloe Vera ao pequeno almoço, lanche ou combinado com outros pratos como patés, queijos, etc.
Ingredientes:
250 ml de Aloe Berry Nectar (#034)
1 kg de maçãs ácidas
1 kg de açúcar por cada 2 kg de maçãs. É possível utilizar edulcorante para tornar a receita mais “light”.
Canela (a gosto).
Preparação:
Descasque e corte as maçãs em quartos. Coloque-as numa panela funda, cubra-as de água e deixe ferver em lume brando durante 20 minutos. Quando as maçãs estiverem macias, escorra-as e pese-as.
Some ao peso das maçãs escorridas o Aloe para calcular a quantidade de açúcar.
Triturar, colocar em frascos de vidro e conservar.

Anúncios

Cancro

Cancro

Cancro

Quando você se corta, nesse local reproduzem-se células novas para repor as eliminadas, detendo-se a produção no momento em que essas são repostas.Quando as células em certa parte do corpo se continuam a reproduzir sem controlo e sem uma razão aparente, produz-se um tumor. A este tumor chama-se cancro. Frequentemente, algumas células desse tumor deslocam-se para outra parte o corpo, onde começam a reproduzir-se (metástases).

Sintomas:

Os sintomas vão depender do lugar onde se está a desenvolver este mal. Sem dúvida, os mais frequentes são: edema em forma de nódulo e posteriormente dor. Este tumor vai afetar e obstruir a passagem do ar se estiver situado nos pulmões ou a passagem da urina se acontecer no aparelho urinário, ou vai obstruir as funções gastrintestinais, se for no estômago, intestino ou cólon etc.

Os lugares onde se apresenta o cancro com mais frequência são:

  1. Seios, útero e ovários
  2. Próstata e testículos
  3. Garganta
  4. Pulmões
  5. Intestino
  6. Cólon
  7. Pele
  8. Fígado
  9. Vesícula
  10. Pâncreas
  11. Ossos

Se o cancro é descoberto a tempo, é muito provável que se possa curá-lo, por isso a importância de se fazer exames regulares com um médico.

Sinais de ALERTA em relação ao CANCRO

  1. Perda de peso sem causa aparente
  2. Úlcera que não cede em três semanas
  3. Mancha da pele que cresce, irrita e sangra
  4. Dores frequentes de cabeça
  5. Dificuldades para engolir (garganta)
  6. Rouquidão persistente (garganta)
  7. Tosse com sangue, dificuldade para respirar, sufocamento (pulmões)
  8. Dor abdominal persistente (abdômen)
  9. Mudança na forma dos testículos
  10. Urina sanguinolenta (rins e bexiga)
  11. Mudança nos hábitos intestinais
  12. Mudança na forma dos seios (nódulos)
  13. Sangramento ou gotículas de leite pelos mamilos
  14. Sangramento vaginal entre a menstruação

Retirado da “Enciclopédia Médica” da “American Medical Association”, Ramdom House.

Existem três tipos de cancro:

a) Os carcinomas, que afetam a pele, as membranas mucosas e principalmente as glândulas.

b) leucemia (cancro do sangue).

c) Os sarcomas, que afetam os músculos, os tecidos conjuntivos e os ossos.

lipossarcoma é um tumor maligno, de tecido gorduroso, que se desenvolve usualmente no abdomen (o liporna é um tumor benigno).

Causas:

As causas do cancro não são conhecidas a fundo, sem dúvida sabe-se que na presença de certos agentes químicos existe maior probabilidade de que ele se desenvolva, como é o caso do fumo do tabaco, o Sol em demasia, os raios X em excesso, o meio ambiente, certos alimentos e a herança genética. Esses elementos causam a deterioração do sistema imunológico e predispõem as células a se reproduzirem sem controle.

Tratamento recomendado:

Nos diferentes tipos de cancro como a leucemia, os carcinomas e os sarcomas, a melhor terapia é nutrir o organismo adequadamente e reforçar seu sistema imunológico para que ele mesmo destrua as células cancerosas.

O própolis de abelha e o alho ajudam em grande parte a que isto aconteça, além das vitaminas e sais minerais que são requisitos necessários para que o sistema imunológico realize suas funções com eficiência, destruindo as células cancerosas.

Algumas pessoas tratam o cancro com quimioterapia, obtendo bons resultados sobre o tumor, porém sofrem grandes efeitos secundários, como:

  • Perda de cabelo;
  • Náusea;
  • Esterilidade;
  • Danos nos rins e no coração.

As vitaminas do complexo B ajudam muito a suportar esse transtorno. Quando uma pessoa faz uma radiação, é muito benéfico aplicar gel de Aloe Vera sobre a parte irradiada, dando também sumo de Aloe para ingerir, pois este ajudará a reconstituir os tecidos danificados com rapidez.

Existem muitos estudos realizados pela Comissão de Energia Atomica dos Estados Unidos a respeito das fortes queimaduras resultantes da radiação e dos raios X, para os quais se recomenda um tratamento com Aloe Vera como sendo um dos melhores reconstituintes celulares para os seres humanos.

Prevenção:

Para prevenir o cancro e ajudar na sua cura, recomendamos:

  1. Comer muito alho ou pastilhas de alho.
  2. Ingerir beta-caroteno e vitaminas C e E para bloquear os radicais livres.
  3. Comer muita fruta e verduras cruas, diminuindo as carnes vermelhas e a gordura animal.
  4. Comer dez amêndoas ao dia.
  5. Todas as dietas anti-cancro devem incluir uma boa dose de grãos integrais; couve-flor; brócolos; maçãs.
  6. Baixar o consumo de ferro nos alimentos, já que o seu excesso bloqueia as células macrófagas (que ajudam a reparar os tecidos danificados), comenta o New England Journal of Medicine.

Recomenda-se realizar uma terapia de desintoxicação à base de lavagem (enemas) de cólon e intestino grosso com café por três dias seguidos (como é explicado no artigo “Desintoxicação do fígado e dos rins”). antes de se iniciar o tratamento nutricional e alimentício que recomendamos.

Se a pessoa está muito debilitada, realizar os enemas sob vigilância médica.

Eliminar:

  • Alimentos em conserva;
  • Alimentos com conservantes,
  • Enlatados;
  • Embutidos;
  • Açúcares refinados (substituir por mel de abelha);
  • Eliminar também as farinhas refinadas e gorduras saturadas;
  • Eliminar o álcool;
  • Café;
  • Chá preto.

Deve-se eliminar completamente o consumo de proteínas animais como:

  • A carne de porco e de gado, substituindo-as por peixe fresco cozido.
  • Baixe o consumo de iogurte, leite e derivados,
  • Assim como do abacate (eles contêm muitas proteínas).

Muitos pacientes apresentam melhora com esta dieta.

A ingestão de antibióticos naturais como a própolis de abelha e o alho são muito importantes, já que reforçam o sistema imunológico e este ajuda na cura.

Cancro de cólon:

Quando os alimentos carecem de fibras, ficam detidos muito tempo no cólon, aumentando a possibilidade de cancro nesta área, além do que o excesso de gordura provoca na vesícula biliar a formação de ácidos que ao se acumularem, podem ser cancerígenos.

Estudos realizados no Centro Médico Corneli, no Estado de New York, concluem  que o baixo consumo de gordura e o alto consumo de fibras são os alimentos nutricionais principais para prevenir o cancro de cólon.

O cólon prefere as fibras que se movem rapidamente.

Fibras insolúveis como as que se encontram na cenoura crua, deslocam-se rapidamente pelo aparelho intestinal, varrendo qualquer componente tóxico que se encontre em seu caminho.

A vantagem dessas fibras é que elas diminuem o tempo de contato dos agentes cancerígenos que podem invadir o íntestino.

Outros vegetais que contêm nutrientes anticancerosos são:

  • Brócolos;
  • Couve-flor;
  • Espinafres;
  • Couves;
  • Tomates;
  • Aveia integral e
  • alfafa.

Recomenda-se, ainda, uma dieta rica em:

  • Nozes;
  •  Grãos integrais;
  • Muita cenoura;
  • Aspargos;
  • Sumo de maçã;

Eliminar:

  • Farinhas;
  • Açúcares refinados ou brancos;
  • Assim como alimentos enlatados e;
  • Refeições que contenham conservantes.

Não comer:

  • Proteínas animais;
  • Nunca comer carne de porco;
  • Cachorros-quentes;
  • Carne defumada;
  • Tampouco abacate (contém muita proteína).
  • Fazer exercícios diariamente e consultar o médico.

Cancro da Mama:

Esse tipo de tumor é o mais comum entre as mulheres.

É possível preveni-lo se você mesma fizer uma inspeção a cada 30 dias.

Inspeção: Realize uma auto-exploração mensal depois dos 18 anos.

  • De frente ao espelho, observe seus seios, colocando seus braços para cima e logo após na cintura, e posteriormente dobrados para baixo. Observe se nota alguma irregularidade, tanto na forma dos seios como na pele.
  • Com os seus dedos pressione e apalpe fortemente a axila para detectar possíveis nódulos.
  • Da mesma maneira, apalpe o seio, o mamilo e a auréola.

Pressionando com os dedos o mamilo, observe se existe alguma secreção. Se forem detectados ou observados os seguintes sinais:

  • Um nódulo ou glândula na axila.
  • Dor em algum dos seios.
  • Inchação ou edema.
  • Irritação no mamilo.
  • Secreção do mamilo.
  • Formação de crostas no mamilo.
  • Seio avermelhado ou irritado.
  • Seio com rachaduras.

Qualquer desses sinais pode ser ocasionado por um tumor benigno (90% das vezes) ou tumor canceroso com grande possibilidade de cura se for descoberto e tratado a tempo.

Os tumores não-cancerosos podem ser divididos em:

  1. Abscessos – Infecção das mamas
  2. Quistos – Tumor de líquido encapsulado, formado nos condutos de leite.
  3. Lipomas – Nódulos de gordura.
  4. Fibroadertomas – Nódulo formado por tecido glandular e fibroso.
  5. Linfagites – Inflamação dos vasos linfáticos.
  6. O nódulo fibroquístico – Finas granulações fibrosas que produzem seios duros e tensos.

RECOMENDAÇÕES:

Para prevenir o cancro em todas as suas manifestações, recomenda-se também a ingestão de:

  1. Vitaminas: A (beta-caroteno), complexo B, C e E.
  2. Minerais: germânio e selenio (potente antioxidante que destrói os radicais livres causadores da deterioração celular
  3. Muitas frutas e verduras com fibras.
  4. Sumo de Aloe Vera
  5. Vitamina C
  6. Geleia Real
  7. Própolis de abelha
  8. Alho
  9. Deixar de fumar

Recomenda-se ainda ler:

  • · “Ganhar a guerra interna”, Dr. Marc P. Friedlander, Ed. Pax (México).
  • · “El Médico Interior”, por Steven Lock e Dougias Colligan, Ed. Sudamericana,
  • · “Love, Medicine e Miracle”, por Dr. Bernie S. Siegel, Ed. Harper Row.

ATENÇÃO: Cancro pode ser mortal se não for detectado a tempo. Procure seu médico.

HIPERTIREOIDISMO (Alta atividade da tireóide)

HipertireoidismoO HIPERTIREOIDISMO caracteriza-se pela superprodução de hormonas da tireóide.

Os seus sintomas são:

  1. Nervosismo;
  2. Fadiga;

  3. Debilidade;

  4. Perda de peso;

  5. Insónia

  6. Caráter inconstante;

  7. Sudorese excessiva;

  8. Intolerância ao calor;

  9. Pulso rápido;

  10. Irritabílidade;

  11. Mãos trémulas

Causas:

Entre as causas principais encontram-se: a herança genética e outros fatores desconhecidos.

Tratamento:

É necesssário dar ao corpo doses extras de proteínas e vitaminas principalmente as do complexo B, que são necessárias para o metabolismo.

Estimulantes como o álcool, o tabaco, o café e o chá preto aceleram o metabolismo e portanto devem ser eliminados da dieta.

Recomendações:

Além disso, recomenda-se:

  1. Vitaminas: B1, B2, B6, C e E
  2. Minerais: multiminerais
  3. Geleia real: 3 comp. de 250 mg por dia
  4. Sumo de Aloe Vera: 120 a 180 mg
  5. Beta-caroteno com vitamina E (2)
  6. Multiminerais: (6) ,
  7. Vitamina C (6 de 60 mg)
  8. Ingerir proteínas e carboidratos como o feijão, lentilha e trigo integral

HIPOTIREOIDISMO (Baixa atividade da tireoide)

HIPOTIREOIDISMOHIPOTIREOIDISMO é a enfermidade da glândula tiróide que se caracteriza pela baixa produção de hormonas tiróideo. O metabolismo geral das células do corpo fica afetado por este mal,incluindo as células cerebrais, que têm suas faculdades intelectuais diminuídas, especialmente nas crianças que podem sofrer de retardo mental.

Causas:

As causas principais são a deficiência de iodo ou herança genética.

Os sintomas são:
1. Fadiga;
2. Carência de vigor;
3. Falta de concentração;
4. Sensibilidade ao frio e ao calor;
5. Falta de apetite;
6. Pele e cabelo secos;
7. Cegueira noturna;
8. Impotência no homem;
9. Menstruação excessiva na mulher;

Tratamento:
O tratamento recomendado inclui uma alimentação nutritiva e a ingestão de hormona tiroxina e de iodo, bem como as vitaminas do complexo B, A, C e E.

Recomendações:
É indicado ingerir:
1. Vitaminas: complexo B, B2, B12, A, C e E
2. Minerais: iodo
3. Outros: hormona tiroxina
4. Multimineirais (6), principalmente iodo
5. Geleia real (2 a 3 de 50 mg por dia)
6. Ginseng e chia (3)

RUGAS

ImagemAs RUGAS são pregas e deformações da pele que tornam a pessoa envelhecida.

São cruéis testemunhos de nossa idade.

A pele, com o passar dos anos, vai perdendo a elasticidade e a flexibilidade, trazendo como resultado o aparecimento de linhas ou marcas finas que posteriormente se convertem em rugas.

Causas:

Causas principais:

• Durante o período de envelhecimento, as glândulas sudoríferas e sebáceas que por tanto tempo tem proporcionado humidade e gordura para a pele, vão-se esgotando e deixando de trabalhar pouco apouco, motivo pelo qual a pele perde sua elasticidade e sua humidade, produzindo um aspecto de ressecamento e endurecimento.

Também com a idade vai-se perdendo o colágeno, que mantém em boas condições a pele do rosto e as diferentes partes do corpo, causando tecidos flácidos, formando-se a papada, as linhas no pescoço e ao redor da boca, as bolsas sob os olhos e os “pés-de-galinha”..

• A destruição do colágeno e de outros tecidos deve-se à presença dos radicais livres, os quais são produzidos principalmente pelo sol e pelo “smog”.

Resumo das causas principais das rugas:

• Falta de umectação (desidratação);

• Formação de radicais livres que oxidam os tecidos devido aos raios do sol (Raios Ultravioleta), que são mais fortes das 11 às 15 horas.

• O “smog” e ambientes secos e nocivos.

• As caretas que se fazem com o rosto.

• As rugas da almofada são outros elementos causadores de rugas.

• A falta de vitaminas A, B, C, E, assim como de minerais.

Tratamento:

Sugestões que devem ser seguidas para evitar as rugas:

• Evitar apanhar sol em excesso (É o mais importante para não ter rugas, comenta o Dr. Stephen Kurtin). • Cobrir o rosto com uma loção protectora de raios solares.

• Usar óculos grandes com o fim de evitar o sol na pele em redor dos olhos.

• Ingerir muita água para hidratar a pele, de preferência com sumo de Aloe Vera.

• Ingerir multi-minerais e vitaminas A, B, C, E. O Beta-Caroteno (pró-vitamina A) e a as vitaminas C e E são excelentes bloqueadores dos radicais livres.

• Usar uma almofada de tecido suave ou dormir com o rosto para cima.

• Procurar não fazer muitos caretas com o rosto.

• Fazer massagem nas rugas com a parte baixa da palma da mão e com suavidade durante dois minutos em cada área do rosto. Isto estimula a circulação.

• Usar creme umectante. Encontramos a razão desta deterioração, na redução de certos hormonas que intervêm no transporte de gordura até às células através das glândulas respectivas, fazendo com que esse tecido não se mantenha com a sua gordura normal.

Isso em parte é devido à presença de radicais livres nas diferentes células, glândulas o tecidos do corpo.

Protector Solar (SPF 30)

Informações Úteis sobre o Sol e o Bronzeado

•Tome especial atenção para evitar as queimaduras solares, especialmente em crianças.

•Limite a exposição solar sem protecção especialmente durante as horas de mais calor, concretamente entre as 10h00 e as 14h00.

•Procure a sombra sempre que possível, mas lembre-se que a mesmo à sombra está sujeito a radiações solares que causam danos na pele.

•As queimaduras solares, podem ocorrer mesmo quando está na água.Pode igualmente sofrer danos na pele quando está na neve ou na areia pois estas reflectem com muita intensidade as radiações Ultra Violetas.

•Deve proteger o rosto usando um chapéu de abas longas ou boné de forma a reduzir a exposição directa do sol na cabeça, rosto e pescoço.

•Deve proteger a pele exposta usando roupa protectora, como por exemplo camisolas de manga comprida.

•Óculos de sol devem ser utilizados e apropriados para evitar os raios de sol nos olhos directa e perifericamente.

•Aplicar na pele descoberta, protector solar com Factor de Protecção Solar (mínimo 15). Aplique abundantemente e reaplique frequentemente.

•Alguns medicamentos prescritos e cosméticos podem torná-lo mais sensível ao sol. Leia os folhetos dos medicamentos e tenha em conta precauções a ter com o sol.

via Protector Solar (SPF 30).